Ruben Faria

Notícias - Eventos - Dakar 2011 @ 7-1-2011

Naquele que foi considerado pelos homens da frente como o dia mais exigente do Dakar até ao momento, que levou a caravana até ao norte do Chile, mais propriamente a Arica, Ruben Faria conseguiu finalmente a vitória numa especial, a quarta na sua carreira, vitória essa que lhe valeu a subida ao quinto posto da geral.

Com mais de 450 quilómetros de especial, inicialmente nas dunas do Atacama junto ao Oceano Pacifico, Ruben Faria impôs uma toada cautelosa, mas na segunda metade, com terreno mais rolante apesar do pó, o piloto de Olhão ‘abriu o livro’ e não só se chegou ao grupo da frente – após ter partido em sétimo – como levou a primeira posição até ao final da especial terminando na frente de Hélder Rodrigues, naquela que foi a primeira ‘dobradinha’ portuguesa na história do Dakar.

“Ainda tinha na boca o sabor amargo do minuto de penalização da primeira etapa. Queria ganhar pelo menos uma etapa neste Dakar e hoje vi que isso era possível porque parti de trás e aproveitei o facto para acelerar um pouco mais. A 200 quilómetros do final comecei a ver o grupo da frente e dei uma margem para me manter livre do pó e vim sempre com eles no meu campo de visão. Hoje parece que venci mesmo.”

Na fase inicial Ruben optou por um toada mais defensiva para não errar na navegação. Essa operação durou até ao reabastecimento (quilómetro 224), onde estava na quinta posição, então com quatro minutos de atraso para o líder.

Mas no WP7, sensivelmente aos 270 quilómetros o piloto de Olhão emergia para o segundo posto com apenas 11 segundos de atraso para o comandante, instalando-se definitivamente no comando no ponto de cronometragem seguinte, a 150 quilómetros do final da especial, não mais largando essa posição.

Apesar da vitória, Ruben sabe que a segunda metade do Dakar promete ser igualmente exigente. “Hoje foi um dia difícil mas faltam ainda muitos quilómetros. Estou agora em quinto e quero tentar subir ainda mais...mas é cedo para falar.”

O Dakar descansa amanhã em Arica, regressando à pista no Domingo para a especial mais longa da prova, com 631 quilómetros de extensão.

Classificação Geral (após a 5ª etapa)
1º Marc Coma – KTM com 16h59m33s
2º Cyril Després – KTM a 08m48s
3º Francisco Lopez – Aprilia a 22m12s
4º Hélder Rodrigues – Yamaha a 27m35s
5º Ruben Faria – KTM a 29m54s

Rui Belmonte @ 7-1-2011 00:00:00


Mais